Quase 100: Americanas já fechou 95 lojas no Brasil desde o início da crise 

Lojas Americanas

Com uma dívida declarada em R$ 42,5 bilhões e em recuperação judicial, a rede de lojas varejista, Americanas já fechou, entre 19 de janeiro e 17 de setembro, 95 lojas no país. É como se, a cada 2,5 dias, uma unidade finalizasse as atividades.  

Essa informação foi apresentada no relatório de acompanhamento mensal dos administradores judiciais da varejista, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) neste domingo (1º) e obtido pelo jornal O Globo. Ainda segundo o documento, além das 95 lojas fechadas, a rede tem em andamento ainda 16 ações de despejo por falta de pagamento. Até agora, a rede já foi despejada de dois shoppings, um na capital São Paulo e outro em Vitória. Atualmente, a Americanas tem 1.785 pontos de venda no país.  

Houve também, nas últimas quatro semanas, a demissão de 1.131. Segundo a rede, 639 foram pedidos de demissão. Até 17 de setembro, a rede somava 34.369 funcionários, o que, segundo avaliação da varejista, segue a dinâmica sazonal do mercado e os números do período do ano passado. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui